• Argentina
  • Bolívia
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • Costa Rica
  • Cuba
  • Equador
  • El Salvador
  • Guatemala
  • Honduras
  • México
  • Nicarágua
  • Panamá
  • Paraguai
  • Peru
  • República Dominicana
  • Uruguai
  • Venezuela
Equador
Colômbia proíbe atividade petroleira perto de ilhas caribenhas

O Estado de S.Paulo, 10/10/11.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse neste sábado que o país andino não irá conceder contratos para a produção e exploração petróleo próximos ao arquipélago San Andres, importante destino turístico e de biodiversidade.

 

Companhias petroleiras no quarto maior produtor de petróleo da América Latina tiveram problemas no último ano com licenças ambientais e protestos por parte de comunidades, ainda que o país continue arrecadando bilhões de dólares em investimentos.

 

"Eu quero dar a todos os habitantes de San Andres de Providencia essa notícia e a segurança de que não haverá exploração ou produção", disse Santos.

 

"Eu estudei isso em profundidade com os ministros do Meio Ambiente e de Energia... a conclusão a que chegamos após estudar com especialistas de ambos os lados é a de que não vamos permitir que (os contratos) sejam assinados", disse Santos em discurso semanal.

 

No ano passado, a Ecopetrol e a espanhola Repsol-YPF ganharam os contratos para explorar o potencial petrolífeiro de San Andres, mas os acordos foram interrompidos pois o governo não consultou as comunidades nem deu tempo às autoridades para analisarem o impacto das atividades petroleiras na ilha.

 

Estima-se que a costa caribenha da Colômbia tenha grandes reservas de gás natural bem como petróleo, em menor extensão, mas seu setor offshore do país é subdesenvolvido.

 

A proibição não deve afetar os investimentos em petróleo na Colômbia, onde uma postura pró-investimentos, um ambiente regulador estável e a melhora da segurança após uma ofensiva militar contra insurgentes, com apoio dos EUA, provocaram um boom nos investimentos de petróleo e mineração.

 

Já visto como um Estado fracassado, focado na guerrilha e na violência das drogas, a Colômbia está lentamente mudando sua imagem, atraindo novos investidores que permitiram que a produção de petróleo atingisse máximas recordes, se aproximando de 1 milhão de barris por dia.

 

(Reportagem de Nelson Bocanegra e Jack Kimball)

 
últimas notícias da categoria:
 
Mais notícias desta categoria:
 
Veja todas as notícias:
 
Envie esta notícia

 Voltar
  • banner_america_latina

© Copyright 2007 / 2007 - Todos os Direitos Reservados